BlogPrecatórioNova PEC dos Precatórios 2019

Nova PEC dos Precatórios 2019

Os precatórios são ordens de pagamento emitidas pelo Poder Judiciário para quitar dívidas do governo com pessoas físicas ou jurídicas que ganharam processos judiciais contra o Estado. Essas dívidas podem ser de natureza alimentar, como salários, pensões e indenizações, ou de natureza comum, como tributos, aluguéis e fornecimentos.

No entanto, os precatórios nem sempre são pagos em tempo hábil, gerando uma fila de credores que aguardam anos ou até décadas para receber seus valores. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o estoque de precatórios no Brasil ultrapassa R$ 100 bilhões.

Para tentar resolver esse problema, o governo federal enviou ao Congresso Nacional uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera as regras de pagamento dos precatórios. A PEC 95/2019, conhecida como Nova PEC dos Precatórios, prevê que os precatórios de grande valor sejam parcelados em até dez anos, com correção monetária e juros.

Quais são as vantagens e desvantagens da Nova PEC dos Precatórios?

Nova PEC dos Precatórios 2019

A Nova PEC dos Precatórios tem sido um tema de intenso debate no cenário político brasileiro, dividindo opiniões sobre seus impactos nas contas públicas e nos credores que aguardam ansiosamente pelo recebimento de seus valores.

A proposta visa, principalmente, equilibrar as finanças do governo e evitar que os gastos com precatórios comprometam o orçamento público.

No entanto, essa medida também apresenta algumas desvantagens significativas que podem gerar preocupações e inseguranças no sistema judiciário e nos investidores.

A principal vantagem da Nova PEC dos Precatórios é que ela se concentra no desafio premente de equilibrar as contas públicas e garantir a sustentabilidade fiscal. O governo argumenta que, ao limitar o valor dos precatórios a serem pagos em um ano, será possível cumprir o teto de gastos, preservar programas sociais e realizar investimentos que impulsionem o desenvolvimento do país.

Essa abordagem, segundo os defensores da PEC, é crucial para assegurar a estabilidade econômica e evitar uma possível crise financeira no futuro.

No entanto, a principal desvantagem da Nova PEC dos Precatórios é que ela pode prejudicar consideravelmente os credores que aguardam há anos para receber os valores reconhecidos judicialmente.

Ao impor um parcelamento longo e incerto dos precatórios, os beneficiários podem enfrentar dificuldades financeiras, atrasos em projetos pessoais e até mesmo comprometimento de seus direitos adquiridos. Essa situação é especialmente preocupante para aqueles que dependem desses recursos para quitar dívidas ou realizar investimentos importantes em suas vidas.

Além disso, a Nova PEC dos Precatórios pode gerar insegurança jurídica no sistema, uma vez que estabelece regras que podem ser modificadas ao longo do tempo, a depender das necessidades fiscais do governo.

Essa incerteza pode desestimular investidores nacionais e internacionais, que buscam segurança e previsibilidade nas ações do Estado. A instabilidade provocada pela proposta pode afetar a confiança no país como um todo, dificultando a atração de investimentos fundamentais para o crescimento econômico.

Em suma, a Nova PEC dos Precatórios traz consigo vantagens e desvantagens que merecem ser consideradas cuidadosamente.

Embora a proposta vise equilibrar as contas públicas e garantir o cumprimento do teto de gastos, é importante não perder de vista os impactos sobre os credores que aguardam ansiosamente por seus pagamentos.

A busca por um equilíbrio entre a responsabilidade fiscal e a justiça para com os beneficiários é um desafio que requer diálogo, transparência e busca por soluções que assegurem o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Como vender o seu precatório?

Uma alternativa para os credores que não querem esperar pelo pagamento dos precatórios é vendê-los para empresas especializadas nesse mercado. Essas empresas oferecem uma proposta de compra à vista, com um deságio sobre o valor nominal do precatório, ou seja, um desconto que varia conforme o risco e a expectativa de recebimento do título.

Ao vender o seu precatório, você recebe o dinheiro imediatamente após a assinatura do contrato e pode usá-lo da forma que preferir, seja para quitar dívidas, investir em um negócio ou realizar um sonho.

Por que escolher a Addebitare?

Nova PEC dos Precatórios 2019

A Addebitare é uma empresa especializada em compra de precatórios e de ativos judiciais, sempre focada na melhor proposta para você. Nós contamos com profissionais que possuem mais de uma década com ampla e reconhecida experiência em suas respectivas áreas.

Os sócios da Addebitare contam com expertise no mercado financeiro e área jurídica, e esta foi a pedra fundamental para a fundação da empresa, que tem seu foco principal no ramo de precatórios seja federais, estaduais ou municipais.

Já efetuamos a antecipação de mais de 5.500 títulos em todas as esferas federal, estadual e municipal, atendemos a todos os 26 estados do Brasil e o Distrito Federal.

A venda de Precatórios é prevista na Constituição Federal através do artigo 100.

Se você tem um precatório e quer vendê-lo com segurança, rapidez e transparência, entre em contato conosco e faça uma simulação sem compromisso. Nós temos a melhor oferta para você!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos no maior cartão postal de São Paulo!

Localizados estrategicamente na Avenida Paulista, 2421, desfrutamos de uma posição privilegiada no coração de uma das regiões mais prestigiadas da cidade.

Av Paulista 2421, 5º Andar, Bela Vista, São Paulo - SP

Receba uma proposta sem compromisso:

Addebitare Capital S.A CNPJ -42.476.570/0001-00

Todos os direitos reservados

This is a staging environment