BlogFinançasPrecatórioCompra e venda de precatórios no Rio Grande do Sul

Compra e venda de precatórios no Rio Grande do Sul

O que são precatórios e por que são emitidos pelo governo

 

Compra e venda de precatórios no Rio Grande do Sul

A compra e venda de precatórios é um assunto importante para aqueles que têm dívidas reconhecidas pela Justiça, sejam de natureza alimentar ou não alimentar. Muitos credores acabam vendendo seus títulos a terceiros devido ao longo período de tempo que pode ser necessário para receber o pagamento do governo.

Nesse sentido, a Addebitare é uma empresa especializada em compra de precatórios, oferecendo aos credores a possibilidade de vender seus títulos com segurança e agilidade.

Por que os credores optam por vender seus precatórios?

A compra e venda de precatórios é uma prática comum no mercado financeiro, em que investidores adquirem esses títulos com deságio e aguardam pelo pagamento pelo governo para obter lucro. Essa prática é regulamentada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e é legal. Ao procurar um intermediário financeiro, como a Addebitare, o credor pode ter seu título avaliado e receber uma oferta de compra.

Caso aceite, o valor acordado é pago pelo intermediário financeiro e o direito de receber o pagamento pelo governo é transferido para essa empresa.

Como funciona a compra e venda de precatórios?

A compra e venda de precatórios pode ser uma opção interessante para credores que precisam de dinheiro imediato e não querem esperar pelo pagamento pelo governo.

No entanto, é importante lembrar que essa prática envolve riscos. O investidor que compra o precatório pode não receber o pagamento pelo governo ou pode receber um valor menor do que o esperado. Por isso, antes de vender um precatório, é importante avaliar cuidadosamente as condições da oferta e consultar um advogado especializado em direito financeiro. Além disso, é fundamental lembrar que a venda de precatórios pode ter implicações fiscais e deve ser declarada no imposto de renda.

Quais são os riscos e benefícios envolvidos na compra e venda de precatórios?

A compra e venda de precatórios pode ter tanto riscos quanto benefícios para ambas as partes envolvidas. Entre os benefícios, destacam-se a possibilidade de o credor receber antecipadamente o valor devido, sem precisar esperar anos pela quitação da dívida pelo ente público, além de poder obter um deságio sobre o valor nominal do precatório, garantindo um lucro para o comprador.

No entanto, também existem riscos envolvidos na compra e venda de precatórios, como a possibilidade de o credor ceder seus direitos a um intermediário pouco confiável, que pode não cumprir com as obrigações assumidas ou ainda oferecer um deságio excessivo, prejudicando o credor. Além disso, pode haver atrasos no pagamento do precatório ou até mesmo a possibilidade de o ente público não honrar a dívida, em casos extremos. Por isso, é importante estar atento e fazer uma análise criteriosa antes de decidir pela compra ou venda de um precatório.

O que os credores devem considerar antes de vender um precatório?

Antes de vender um precatório, é importante que o credor avalie suas necessidades financeiras atuais e futuras. Vender um precatório pode ser uma opção interessante para quem precisa de dinheiro de forma imediata, mas é preciso levar em consideração o deságio que será aplicado sobre o valor do título. O desconto pode variar de acordo com o mercado e as condições financeiras do devedor.

Além disso, o credor deve analisar a reputação e credibilidade de cada uma das empresas com que pretender fazer negócio. Também é importante ler atentamente o contrato de compra e venda e verificar todas as cláusulas, taxas e condições antes de assinar o acordo. O objetivo é garantir que a operação seja transparente e segura, sem riscos de fraudes ou problemas legais no futuro.

Implicações fiscais da venda de precatórios: o que os credores devem saber?

 

Compra e venda de precatórios no Rio Grande do Sul

A venda de precatórios pode ter implicações fiscais importantes para os credores, que devem estar cientes dessas questões antes de realizar a transação. Em geral, a venda de precatórios é considerada uma operação de renda fixa e, portanto, sujeita à tributação de imposto de renda (IR). O IR deve ser pago sobre o ganho de capital obtido com a venda do precatório, que é a diferença entre o valor pago pelo comprador e o valor nominal do precatório.

Além disso, é importante lembrar que, em algumas situações, a venda de precatórios pode estar sujeita ao pagamento de outros tributos, como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). O IOF incide sobre o valor da operação, podendo variar de acordo com o prazo de resgate do título. Por isso, é fundamental que os credores consultem um especialista em questões fiscais antes de venderem seus precatórios, a fim de evitar problemas com a Receita Federal.

Addebitare: a empresa especializada em compra de precatórios

A Addebitare é uma empresa que se destaca no mercado de compra de precatórios, oferecendo agilidade, transparência e segurança nas transações.

Com profissionais especializados em direito financeiro, a empresa auxilia os credores em todo o processo de venda dos títulos, garantindo a melhor negociação possível.

Se você é um credor e precisa de dinheiro imediato, entre em contato com a Addebitare e descubra como a empresa pode ajudá-lo a vender seu precatório de forma segura e vantajosa.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos no maior cartão postal de São Paulo!

Localizados estrategicamente na Avenida Paulista, 2421, desfrutamos de uma posição privilegiada no coração de uma das regiões mais prestigiadas da cidade.

Av Paulista 2421, 5º Andar, Bela Vista, São Paulo - SP

Receba uma proposta sem compromisso:

Addebitare Capital S.A CNPJ -42.476.570/0001-00

Todos os direitos reservados

This is a staging environment