BlogPrecatórioComo funciona o adiantamento de precatório para idoso

Como funciona o adiantamento de precatório para idoso

Como funciona o adiantamento de precatório para idoso

De acordo com o artigo 100 da constituição Federal a prioridade do pagamento do precatório aos idosos é uma condição especial para essas pessoas.

Isso ocorre porque é um privilégio legal que prevê certos tipos de benefícios por motivos importantes.

Mas você sabe como as prioridades de pagamento acontecem? Quando ocorrem e quais critérios e até o que pode mudar após a PEC dos Precatórios?

Nesse artigo a Addebitare vai te ajudar a entender um pouco sobre isso.

Como funciona o pagamento de Precatório para idosos?

Em primeiro lugar, antes de entender a prioridade do pagamento de precatórios para idosos. É importante entender o que é precatório e como esse título público se transforma em uma dívida do governo.

Em suma, o precatório corresponde a ato fundado praticado por pessoa física ou jurídica contra autoridade pública ou alguma autarquia.

Em outras palavras, a tramitação do crédito acabou e um dos entes federativos está em dívida com o credor.

É importante considerar que os órgãos federais são compreendidos pela União, municípios, estados ou autarquias, e que a liquidação desses títulos públicos ocorrerá de acordo com o cronograma do devedor.

Cronograma de pagamento

Como funciona o adiantamento de precatório para idoso

Atualmente, os precatórios federais tem um cronograma de pagamento até o último dia do ano. Eles têm sido rigorosamente respeitados, conforme os títulos introduzidos na Lei Orçamentária Anual (LOA).

No entanto, alguns municípios e estados têm critérios de elegibilidade para amortização ou prorrogação da dívida. Neste artigo, a intenção é aprofundar a questão da prioridade no pagamento do precatório aos idosos no caso dos federais, sujeito inclusive a possíveis alterações caso a PEC 23/2021 que foi sancionada.

Qual a prioridade do recebimento de precatório?

De acordo com as prerrogativas da Constituição Federal. A prioridade de pagar o precatório para idosos é, juntamente com outras questões, que alguns credores podem receber em primeiro lugar.

No entanto, no atual modelo de pagamento do precatório, apenas os títulos municipais e estaduais precisam se atentar a esse cronograma. Isso porque todos os títulos federais que cumprem o prazo de emissão e constam da LOA são pagos pontualmente na data da notificação.

Ou seja, os precatórios emitidos até 1º de julho têm até o último dia do ano seguinte para serem pagos e, a partir daí, do ano subsequentes.

Por exemplo, se um precatório federal foi emitido em 4 de julho de 2019, ele deve ser custeado antes de 31 de dezembro de 2021 e foi introduzido no LOA entre os pagamentos de títulos públicos daquele ano.

Ordem de pagamento precatórios estaduais e municipais

Até agora, a prioridade de pagamentos de precatórios para as necessidades dos aposentados é considerada apenas para títulos de entes estaduais e municipais.

Porque existe um limite de pagamento anual e nas situações em que o orçamento não consegue cobrir todos os credores, é utilizada a Lista de Prioridades.

De acordo com a constituição a ordem de pagamento do precatório é:

Precatórios alimentares de pessoas com doenças graves ou com deficiência;

Precatórios alimentares dos idosos com mais de 80 anos, a partir da data de expedição do título;

Precatórios alimentares de idosos entre 79 e 60 anos, de forma decrescente, também respeitando a data de expedição do título.

Após listar a ordem de pagamento para idosos, temos também os precatório comuns onde os idosos obedecem mesmas regras dos despachos 2 e 3, e por fim os menores de 59 anos por ordem cronológica.

É importante observar que a prioridade no pagamento do precatório aos idosos está em consonância, a partir de 2017, com o Estatuto do Idoso, que cria maior prioridade para as pessoas com mais de 80 anos.

Como solicito prioridade no pagamento de precatório a idoso?

As solicitações de prioridade de pagamentos de idosos são semelhantes a todas as outras solicitações relacionadas a esse assunto. Isso significa que um requerimento do advogado deve ser preenchido e a prioridade deve ser comprovada.

Particularmente no caso dos idosos, isso será comprovado mediante a apresentação de um comprovante oficial de idade, como o RG.

Nos demais casos, como doença grave ou invalidez, é exigido laudo médico, exames clínicos ou documento oficial que comprove o estado do requerente.

Uma vez aprovado o pedido inicia-se a tramitação do processo com uma identificação única que comprova a prioridade do adiantamento ao idoso.

E se o beneficiário falecer A prioridade vai para ao cônjuge legal, mas não se estenderá aos herdeiros. Este último deve levar em conta as regras de espólio de precatório.

Qual é o prazo para receber o precatório?

No caso de títulos federais que atualmente não é aplicado pagamentos prioritários referente aos precatórios. O prazo máximo para receber é de até dois anos e meio.

Já, precatórios com origem municipal, estadual e do Distrito Federal com vencimento até o final de 2021 poderão ser pagos até dezembro de 2024.

Em ambos os casos eles devem aderir a uma lista de prioridades. E esses prazos são definidos pela emenda constitucional 109/2021, que permite o diferimento de pagamentos por cinco anos aos executivos estaduais e municipais.

O mandato anterior era apenas até 2024, para ambas as situações.

O que mudou na prioridade com a PEC?

Mesmo que doenças e prioridades relacionadas à idade estejam no topo da lista de pagamentos, o governo federal começar a limitar os gastos com esses títulos do governo. Ou seja, há um teto de gastos que, se ultrapassado, será priorizado para o ano seguinte.

Com a PEC dos Precatórios, pagamentos acima de 60 salários mínimos (R$ 66 mil) podem ser parcelados em até 10 vezes ou serem pagos à vista com deságio.

Agora que você já sabe tudo sobre o pagamento prioritário do precatório ao idoso, precisa conhecer a Addebitare.

Para que você não precise ficar na fila e receba seu dinheiro o mais rápido possível, agimos com flexibilidade e transparência na compra de precatórios.

Com a possibilidade de parcelamento a partir deste ano de 2023, negociar seu valor é uma alternativa eficaz para não ter que receber em parcelas menores ao longo de vários anos.

Entre em contato conosco e apresentaremos uma proposta justa para o seu precatório.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos no maior cartão postal de São Paulo!

Localizados estrategicamente na Avenida Paulista, 2421, desfrutamos de uma posição privilegiada no coração de uma das regiões mais prestigiadas da cidade.

Av Paulista 2421, 5º Andar, Bela Vista, São Paulo - SP

Receba uma proposta sem compromisso:

Addebitare Capital S.A CNPJ -42.476.570/0001-00

Todos os direitos reservados

This is a staging environment